terça-feira, 9 de outubro de 2007

Ali, Zezé e as 54 galinhas

Ainda a semana está no início e há já duas notícias que eu não podia deixar de comentar aqui.

A primeira, obviamente, a grande publicidade que tem sido feita, pelos jornais, ao 54º aniversário do grande, do ilustre, do incontornável, do inultrapassável, do inimitável, do incansável... Zezé Camarinha!

No dia 16, o ídolo nacional Zezé Camarinha comemora 54 anos. E, para festejar em grande, decidiu fazer um jantar, numa cerimónia privada, com... 54 mulheres!

Ok, convenhamos que fora a inveja que este anúncio possa ter causado a parte da rapaziada, esta notícia não tem ponta por onde se lhe pegue e nem devia estar aqui.

Mais ou menos.

Vamos por partes. Os que ficaram com ciúmes do homem, pensem melhor. Já viram quanto pode custar pagar um jantar a 54 mulheres?!?

Bem, isso não é problema para o Zezé. Não sendo um cavalheiro, está certamente à espera que se rache a conta.
Ou, se ainda estiver no seu melhor, que façam uma vaquinha para pagar a dele.
Se vaquinhas já lá estão 54, mais uma menos uma...

Essa é outra questão. Como, de certezinha, aquilo é só garganta, estou certo que não arranja 54 marmanjas que queiram ir (e a pagar não só o próprio jantar como o do "diz que come").
Por isso, imagine-se a despesa de alugar 54 acompanhantes.

Pois é. Já perderam a vontade, não é?

Também não vale a pena desistir tão depressa.

Usem a cabeça. A de cima, uma vez na vida, rapazes!

E é aqui que passamos à segunda notícia a comentar.

Obviamente que não é coincidência o facto de, apenas um dia depois do anúncio deste jantar, um dos grandes títulos dos jornais ser "Portugueses e brasileiras casam em igrejas galegas".

Ainda nas "gordas" (as letras, não as marmanjonas do jantar), ficamos a saber que cada brasileira em causa paga 3.000 euros para casar com um tuga, para não ser extraditada para o Brasil.

Prefiro nem saber como é que uma rapariga que vem cá para ganhar a vida pode pagar 3.000 euros à cabeça.

Depois, façam as contas. O ano tem 52 semanas. Se casarem com uma brasileira por semana, ficam com 52 vezes 3.000 euros.

E com 52 convidadas para o jantar.

Juntem, às vossas 52 mulheres "oferta semanal", uma mulher "subsídio de natal" e outra "subsídio de férias". Eis as 54 para o jantar.
E 54 vezes 3.000 euros. Ou seja, 162.000 euros.

E pagam elas o tal jantar.

Há coisas fantásticas, não há?
(que é amigo, quem é?)


PS - Não vou pedir desculpa às meninas que lêem este blog.
As que eu conheço, nunca iriam a tal jantar.

2 sorrisos:

Tita disse...

oi!
bem, so podde ter sido uma mulher a fazer este post, caso contrario, deixa-me aki o teu numero de tlf.. hehehehe... bem, 54? digamos que elas foram convidadas ou porque sao estupidas ou porque kerem aparecer nas revistas...

belinha disse...

Obrigada!:-)