terça-feira, 27 de março de 2007

Dois grandes desgostos

Nos últimos dias sofri dois enormes desgostos.

Os desgostos são tanto maiores quando são dados por quem estimamos ou quando vêm de onde não os esperávamos (digo eu...).

E foi o caso dos meus.

Por isso, estou de rastos.

Embora não goste de publicitar a minha intimidade, vou abrir uma excepção.

O primeiro dos desgostos foi-me dado pela minha amada..... Sumol!

Desde que me conheço, o Sumol de Ananás é, para mim, como a pílula do dia seguinte. Bebido no "day after" (ou na continuação da noite), servia para minimizar os estragos da véspera.

Mas a Sumol acaba de lançar o Sumol com Morangos.
Até gosto de morangos.
O grande problema é que este Sumol Morango é inspirado na série Morangos com Açucar.

Porque não quero correr o risco de passar a manhã a dizer disparates, a fazer criancices ou só a dizer coisas como "tá-se", "k cena" ou "altamente", vou deixar de beber Sumol.

Podem ter ganhos centenas ou milhares de crianças como adeptos, mas perdem quem investe em vós há dezenas de anos (bem... quase).
No fundo, sou (ou era) praticamente um accionista da Sumol. Mas tudo acabou. E eu estou destroçado.

Ainda não me tinha refeito desta amarga notícia e outra das minhas paixões arrasa-me o coração. A Super Bock, pois claro.

Acabam de anunciar, com orgulho, a nova cerveja sem alcool e... com sabor a pêssego. Perfeita, perfeita, diz o Bruno Nogueira.
Tá bem, Bruno. Mas ou te pagaram muito bem ou já tinhas bebido muitas das antigas Super Bock's. As verdadeiras. As de sabor autêntico, como rezava a publicidade.

Atributos esses de que já não se pode gabar a nova cer...cervej... cer... cer... a nova bebida.
Porque uma cerveja tem que ter alcool.
E tem que saber a cerveja.
Ou aqui, como em qualquer outro lugar do mundo, não é uma cerveja.

Concluindo: acabo de cortar também relações institucionais com a Super Bock.

Esta semana estou a águas.

À espera que uma bebida de que não gosto, a Trinaranjus, produza um sumo de pêssego, com sabor a cerveja e, NO MÍNIMO, com 4,5 graus por litro!

2 sorrisos:

Catarina disse...

Eu cá acho piada à nova publicidade das cervejas sem alcóol da Super Bock. Perfeita, perfeita!!
Tem qualquer coisa de insólito!

O Bruninho tá demais, como sempre!! E quanto às cervejas, até que são boas. Provei a de pêssego e gostei.

Se quiserem ver todos os anúncios vão a:
http://www.superbock.pt/sem_alcool/default.htm

Beijos

Catarina

Sorrisos em Alta disse...

Olá, Catarina.

Obrigado pelo comentário.

Sobre a publicidade, nada tenho a dizer. O Bruno fez aquilo para que lhe pagaram.

Já sobre o novo "Ice Tea de Pêssego com gás", não gosto de dizer mal só por dizer.
Por isso, provei-o.
E posso apenas dizer que a garrafa ficou ainda com mais líquido do que tinha quando me foi entregue (é preferível não especificar...).

Mas felizmente há gostos para tudo. Tu gostas de sumo de pêessego, eu gosto de cerveja.

E de certeza que somos os dois felizes assim. :o)