sexta-feira, 23 de março de 2007

Força, Cátio Aveiro!!!!

Já muito se falou (nós incluídos) do site da Produtora CasaBlanca - aquela que trouxe, hoje à noite, o 50cent pela terceira vez a Portugal (só este ano).
Houve até quem o elegesse o melhor site do mundo.

Não sei se é.

É que a concorrência é fortíssima! Por exemplo, o site e o blog de Cátia Aveiro.

Além desses, não é bem um site mas a mundialmente famosa Cátia Aveiro tem também um sub-grupo no msn a ela dedicado.

Acho impossível (e vergonhoso e lamentável) que não saibam a morada do sítio de cor, mas, para os mais distraídos (shame on you), aqui fica o link: http://groups.msn.com/CristianoRonaldo-Portugal/ronalda1.msnw

Se puderem, por favor, visitem-no. Vale MESMO a pena!

Começa bem: "Ronalda nasceu á 27 anos na ilha da Madeira, e foi aí que começou a dar os primeiros passos nas cantorias, ao participar, incentivada pelos pais, em concursos de música".
A Ronalda canta tão bem como os seus fãns escrevem. Ou, na Madeira, não se usa o "h" antes do "á".
Mas, ao menos, ficamos logo a saber porque é que ela canta assim: a moçoila não gosta de cantar. Foram os pais que a obrigaram ("Já que não tens jeito para o futebol, ao menos vê se cantas para te fazeres à vida" - ou coisa do género).
Violento, muito violento. Felizmente, á (há?) 27 anos, ainda não fora aprovado o diploma legal sobre a violência doméstica.

A frase seguinte demonstra todo o potencial da cantora: "Com 15 anos, participa na iniciativa “Funchal a cantar” ficando em 2º lugar. Estavam confirmadas as qualidades musicais desta jovem".
De facto, sendo a Madeira um autêntico viveiro de artistas do nacional cançonetismo, ter ficado logo a seguir ao outro concorrente não foi nada mau.
Mais a mais, sabendo-se dos dotes vocais do vencedor - o nosso amigo Alberto João.

Depois, vêm as palavras elogiosas do irmão Cristiano: "Desde miúdo que a ouço cantarolar. Sou, com toda a certeza, o seu mairo fã".
Mairo fã, uma expressão madeirense que signica "abono de família". Percebemos então que é que pagou para a senhora conseguir editar os discos.

Logo de seguida, a entrevista com a vedeta (não com a vedetita, o Cristiano, mas sim com a vedeta-mor, a Cátia):
"Acredita que o facto de ser irmã do Cristiano Ronaldo é meio caminho andado para o sucesso?
Só o facto dele me apoiar como figura píblica, é muito bom. Tenho consciência que as pessoas vão ter mais curiosidade por ouvir a irmã do Cristiano. É muito gratificante saber que ele me apoia"
.
Sem pudor, ela revela-nos que Cristiano Ronaldo, para além de figura pública, é, também, uma figura píblica.
Não nos explica nem o que isso é nem o porquê. Mas nós achamos que é por causa das fotos com a Merche, no sul de Espanha, em que, numa das fotos, quase se via a sua zona píbica.

De seguida, a pergunta inevitável: "Como é viver sob o nome Cristiano Ronaldo?
É um orgulho enorme as pessoas dizerem-lhe: "Olha a irmã do Ronaldo!" Tenho muito orgulho das pessoas que gostam do meu irmão. É importante que me dêem o devido valor pelo que faço, mas não me incomoda nada apontarem-me como a irmã do Cristiano"
.

Estranho... Como as pessoas mudam!
É que, ainda esta semana, Cátia Aveiro veio para a comunicação social dizer que não quer ser conhecida como a irmã de Cristiano Ronaldo, mas sim pelo seu valor.

Cara amiga, lamento, mas pelo teu (baixo, baixo, baixinho...) valor, ninguém te vai conhecer e nunca terias vindo para a praça pública.

Mais, se não queres aproveitar-te da fama dele, como defendeste esta semana, estranho teres escolhido o nome artístico de Ronalda (quando poderias muito bem ter optado por qualquer coisa tipo Kátia Funchal).

Mais difícil fica ainda quando, no teu site oficial, nos presenteias com esta..... (foto???):(reparem como os dois são parecidíssimos... ao nível da zona abdominal)

Mas pronto. Cada um sabe de si e quem está mal que se mude.

Por isso, desejo aqui, de viva voz (ou melhor, escrita), que, no próximo sábado, o número 17 da nossa selecção, com o nome Cátio Aveiro bem estampado na camisola, entre em campo com a Bélgica, que parta uma perna (esta foi para desejar sorte, não para incentivar as ameaças dos belgas) e que marque um golo. Ou mais.
Para que as pessoas lhe dêem o devido valor e parem de falar nele apenas por ser irmão da Ronalda.

0 sorrisos: